LUIGI

Aprendi em minha extensa experiência internacional, que, em absolutamente, tudo.
É preciso conhecer o que se toca, mais ainda a forma como se toca. E disso eu entendo bem.
Sou adepto ao naturalismo e a experiência acontece de forma bastante intuitiva.
É preciso navegar por essas sensações de permissividade para entender o que o seu corpo pode proporcionar. É um caminho sem volta.

A massagem acontece depois de um rápido bate-papo na intenção de entender as expectativas, limites ou bloqueios, para moldar um atendimento exclusivo e que atenda suas necessidades, de forma intuitiva.

Os comentários estão desativados.